Sorria

Mesmo a vida sendo dura; mesmo sendo difícil, às vezes, é preciso sorrir… devemos tentar. Da mesma forma, quando desejamos “bom dia” a alguém, este deve ser um “bom dia” real.

Há pouco tempo, uma amiga disse-me: “Como posso me forçar a sorrir se estou cheia de amarguras? Não é natural.” Respondi, então, que ela deveria ser capaz de sorrir para a sua amargura, porque nós somos mais do que as nossas dores. O ser humano é como um aparelho de TV com uma infinidade de canais. Se ligamos o canal de Buda, nos tornamos buda; se ligamos o canal da dor, nos tornamos dor; se ligamos o do sorriso, nos tornamos realmente sorriso. Não podemos deixar que só um canal nos domine. A semente de todas as coisas está em nós e temos que agarrar a situação em nossas mãos para recuperar nossa soberania.

Quando sentamos tranquilamente, respirando e sorrindo, em plena consciência, estamos sendo nós mesmos e temos soberania sobre nós. Quando nos abrimos para um programa de TV, nos deixamos ser invadidos pelo programa.

Às vezes é um bom programa, mas quase sempre é ruim. Mas, porque queremos que outra coisa que não seja nós mesmos entre em nós, permanecemos sentados, deixando que o mau programa de TV nos invada, nos devaste, nos destrua. Mesmo que nosso sistema nervoso se ressinta, não temos coragem de levantar e desligar o aparelho, porque, fazendo isso, temos que retornar a nós mesmos.

meditacaoMeditação é o oposto. Ela nos ajuda a retornar a nós mesmos. Praticar meditação neste tipo de sociedade é muito difícil. Tudo funciona como que conspiradamente para nos tirar de nós mesmos. Temos milhares de coisas, como videotapes e música, que ajudam a nos ausentar de nós mesmos.

Praticar meditação é estar consciente, sorrir e respirar. Isso se situa do lado oposto. Retornamos a nós mesmos para ver o que está se passando, pois meditar significa tomar consciência daquilo que está acontecendo. E isso é muito importante.”

 

Retirado de Thich Nhat Hanh, em “Caminhos para a Paz Interior” – Ed. Vozes

Author: Gooc Eco Sandal

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *